Casa Máy > As Melhores Partes - Posts > autoconhecimento > Hermógenes, Vida, Yoga, Fé e Amor – Vítor Caruso Júnior

< voltar

Hermógenes, Vida, Yoga, Fé e Amor – Vítor Caruso Júnior

Postado às 00:53 do dia 28/11/12

O professor Hermógenes é uma unanimidade. Onde ele vai, pessoas de todas as idades se acotovelam para ouvi-lo. Hoje, com 91 anos de idade, já não pode mais sair de casa para dar cursos e palestras, mas o fazia até recentemente, com 89 anos de idade, quando podíamos vê-lo com disposição para falar de Deus – assunto do qual, como revela Vítor, o professor nunca se cansa – , contar piadas e distribuir autógrafos.

Invariavelmente, quando estávamos na presença do professor, ou mesmo quando ouvimos Vítor falar sobre ele, nossos olhos se enchem de lágrimas. Foi assim durante o lançamento desta biografia, que levou 6 anos para ser escrita. Mas, pelo que conheço do Vítor, não fosse o compromisso de lançá-la, ele bem poderia desfrutar da companhia de Hermógenes, para coletar material para o livro, por tempo indefinido. O professor é um verdadeiro Mestre e Vítor é um verdadeiro discípulo. Está aí a razão deste livro ser tão verdadeiro.

Distribuída em 29 capítulos, a história de Hermógenes é impactante. Começa com o despertar para a missão espiritual, quando descobre e se cura de uma tuberculose em estado avançado, prossegue pela separação da primeira esposa e filhas, quando ele se torna o yogi mais conhecido e festejado no Brasil, e avança por todas suas conquistas no campo pessoal. Mas conquistas que não têm a ver com prêmios e bens materiais – pelo contrário. Como Vítor nos conta, todo dinheiro extra que o professor ganha é doado e ele próprio brinca com seu desapego, dizendo que prefere viver de aluguel até hoje, pois assim continua dando seu dinheiro a alguém.

As conquistas de Hermógenes vêm para se livrar do estado apático de normalidade, em que o ego sobrepuja o coração, impedindo que possamos conhecer e vivenciar a Verdade. As lições que o professor aprendeu e compartilhou alcançaram grandes mestres espirituais desde os anos 1950 até a atualidade, como Chico Xavier e Leonardo Boff no Brasil, e, no exterior, Krishnamurti, o Dalai Lama, Indra Devi, pessoas com quem Hermógenes teve contato.

A parte mais emocionante do livro fala de seus encontros com Sri Satya Sai Baba. O professor não apenas foi o tradutor de Sai Baba no Brasil, como um dos fundadores do movimento. Em várias visitas ao ashram de Sai Baba, sempre ao lado de sua segunda esposa, Maria, ele aperfeiçoou sua visão de religiosidade, talvez um de seus ensinamentos mais importantes. Para muito além de um simples ecumenismo, Hermógenes nos ensinou que o Amor e a Fé são inerentes à nossa condição humana. Seu mantra – “entrega, confia, aceita e agradece” – faz parte, hoje, da meditação de muitos que leram seus livros ou conviveram com ele, mostrando-nos que o yoga não é um método, mas uma meta: a meta de viver com Amor.

Namaste, professor Hermógenes. Receba toda nossa gratidão.

revisto por Mayra Corrêa e Castro ® 2012
CARUSO Júnior, Vítor. Hermógenes, vida, yoga, fé e amor. São Francisco de Paula, RS: Editora Bodigaya, 2012.

Comentários

Galeria de Fotos do Pinterest

Assinar Newsletter