Casa Máy > Diário em Off - Posts > feminismo > Mulheres que fizeram história – Shirley Polycoff

< voltar

Mulheres que fizeram história – Shirley Polycoff

Postado às 13:28 do dia 05/08/16

Momento ‪#‎mulheresquefizeramhistoria‬

Shirley-Polykoff Oneclube org

Shirley Polycoff – Foto: OneClub.org

Meninas publicitárias, vocês têm uma modelo em quem se inspirar, uma verdadeira pioneira na redação de peças publicitárias: Shirley Polycoff, que se tornou uma das 100 personalidades mais importantes do meio por ter criado a campanha de tintas para cabelos para a Clairol em 1955.

O slogan “Does she… or doesn’t she?” mudou todo um comportamento na sociedade e alguns dizem que só foi superado, trinta anos depois, pelo “Just do it!” da Nike.

Cheia de conotações sexuais, a campanha foi inicialmente rejeitada pelo staff de gerentes homens da revista Life, mas depois que Shirley a testou com algumas colegas de trabalho, ela foi aceita e se tornou, no quinze anos seguintes, um bordão famoso incorporado na linguagem do cotidiano.

Ela também criou outros bordões famosos para a Clairol, como “Is it true blondes have more fun?”, “If I’ve only one life, let me live it as a blonde,” “The closer he gets, the better you look,” e “So natural only her hairdresser knows for sure.” Nos anos 1950, tingir cabelos era considerado indecente e Shirley não apenas modificou esta percepção como autorizou que mulheres pudessem decidir quão jovens ou não pareceriam.

ShirleyPolykoff_02 OneClub org

Campanha de Clairol por Shirley Polycoff – Foto: OneClub.org

A história de Shirley é controversa, no entanto, se a lermos com olhos de hoje. De resto, é controversa como a história da criadora da Barbie, Ruth Handler. Ambas desbravaram o sucesso em profissões masculinas, ambas ganharam muito dinheiro e se tornaram independentes financeiramente numa época em que mulheres deveriam apenas ser boas mães e donas de casa, mas ambas fizeram isso com produtos que esteriotiparam a beleza feminina.

É apenas o nosso viés do tempo: se avaliarmos o que conquistaram em suas próprias gerações, são conquistas superlativas.

Nascida em 1908, começou na carreira publicitária como estagiária, aos 18 anos de idade. Aposentou-se em 1973 como Vice-Presidente Sênior, Diretora Criativa e Membro do Conselho da Foote, Cone & Belding. No entanto, não se conformando em ficar em casa, abriu a própria agência e atendeu clientes como Kimberly-Clark, Houbigant e a própria Clairol. Shirley recebeu inúmeros prêmios e foi a primeira mulher a receber um no Festival do Filme de Veneza e no de Cannes.

A carreira publicitária, marcada fortemente por mulheres no atendimento, e homens na criação, é apenas como contaram a história. Shirley Polycoff mostrou que foi e pode ser diferente.

escrito por Mayra Corrêa e Castro (C) 2016

Posts Relacionados

Comentários

Galeria de Fotos do Pinterest

Assinar Newsletter