Casa Máy > Aromaterapia > 10 anos da Casa Máy em 2019.

< voltar

10 anos da Casa Máy em 2019.

Postado às 18:41 do dia 10/01/19

Era julho de 2009, e meu antigo estúdio de yoga, chamado Navrattna Yoga, mudava de nome: Casa Máy. Na mudança, uma certeza: não se trataria mais apenas de yoga, mas de aromaterapia.

CM 10 anos faixa central bx

Meu primeiro contato com os óleos essenciais foi em 2000, na hora do aromanidra na segunda aula de yoga que fiz. Dois anos depois, em 2002, eu abandonava uma carreira dentro do marketing de telecom, mudava de cidade e abria uma escola de yoga em Londrina/PR. Depois retornei a Curitiba, em 2004, e mantive uma rotina diária como instrutora de yoga e yogaterapeuta até 2011.

Foi em cima do mat que desenvolvi meu conhecimento terapêutico. Também dava massagem com óleos essenciais, mas minha maior experiência mesmo foi ensinando asanas, pranayamas e meditação, sempre usando a aromaterapia como apoio a essas práticas. Meu primeiro curso “oficial” de aromaterapia foi com Alessandra Kali, em 2007. Eu já fazia algumas pomadas e bálsamos naturais usando óleos essenciais e queria conhecer melhor a aromaterapia, pois a internet ainda era uma fonte escassa pra informações desse tipo e os livros, então, eram uma raridade. Na Canteiros, loja de aromaterapia que até hoje é minha referência e parceira, soube do curso e me matriculei. Fique doida por aquilo e logo já tomei aulas particulares na casa da Alê porque o professor dela, Fabian Laszlo, viria no final daquele ano a Curitiba e exigia que os alunos já tivessem feito algumas aulas antes de prosseguir no módulo de Aromatologia na Saúde com ele.

A Canteiros precisava de um espaço grande pra receber o Fabian. Eu tinha meu estúdio, com uma sala e-nor-me que eu e meu marido havíamos construído na mesma casa onde morávamos. Cedi de graça o espaço, em troca do aprendizado, e esta parceria seguiu. Em 2009, quando Fabian fundou o IBRA, me tornei a primeira professora habilitada da escola a ministrar o Introdução à Aromatologia; depois, em 2011, comecei ministrar o Aromatologia na Saúde 1. Mas em 2011 eu tomaria a decisão de não dar mais aulas de yoga, pois a aromaterapia já tinha me arrebatado por completo. Vendi meu estúdio e trouxe a Casa Máy pro mundo virtual, abrindo os cursos online na escola.

De 2011 a 2016 fiz duas tentativas de me estabelecer em esquemas de co-working que não deram certo, e em 2017, finalmente, tive de novo meu próprio espaço, desta vez com uma sala pequena – minha pequena sala comunal da Grifinória, como gosto de chamar meu escritório rodeado de livros e frascos de óleos essenciais, onde consigo abrigar 5 alunos em torno de uma mesa retangular, mas de onde todas as ideias saem, inclusive a do SulAroma, que foi o maior evento de aromaterapia que o Sul do Brasil já teve e me deu dias e dias de brilho nos olhos tão feliz eu fiquei.

A Casa Máy só foi se formalizar em 2015, depois de eu ter fechado um antigo CNPJ do yoga. Quando a formalizei, coloquei outras atividades no CNPJ, mas nunca pensei em colocar a venda de óleos essenciais. Eu já vendi óleos essenciais, quando a Casa Máy ainda era um local com yoga, mas com o tempo descobri que gosto mesmo é de dar aulas e que, mais do que gostar de dar aulas, eu gosto da independência intelectual que o fato de eu não vender óleos essenciais me dá. Mas a Casa Máy ainda tem vontade de ser uma editora, possivelmente editando meus próprios livros, se não fosse tão prazerosa e alegre a parceria que tenho com a Editora Laszlo, pra qual trabalho como tradutora free lancer. Então, da Casa Máy ser uma editora, embora esteja no CNPJ, ainda é um projeto pro futuro.

Mas uma coisa realmente decidi fazer pra marcar nossos 10 anos: lancei a Formação Profissional de Aromaterapeutas coma chancela 100% Casa Máy. É um curso ambicioso: 200 horas efetivas de aulas. Era também uma demanda antiga de meus alunos, uma formação minha. Ela está no ar e você já pode se inscrever. Mas continuarei dando normalmente os cursos do IBRA, e também manterei dois cursos meus no IBRA, o Aromanidra e o Panorama da Psicoaromaterapia.

Na abertura do SulAroma, disse que tenho a sorte de ter fada-madrinha e fado-madrinho na aromaterapia: são a Letícia, da Canteiros, e o Fabian, da Laszlo. Sem eles eu não estaria contando 10 anos de Casa Máy, não pelo menos como uma escola de aromaterapia. Então, como acredito muito no poder de ser grato, e na reverência a quem veio antes de mim, quero deixar meu muito obrigado aos dois por terem me ajudado nesses 10 anos de Casa Máy e pela amizade.

A Casa Máy tá pronta pra mas uma década e espero, de coração, que você faça parte dela.

Beijo de cheiro, Mayra.

 

Posts Relacionados

Comentários

Galeria de Fotos do Pinterest

Assinar Newsletter