Casa Máy > Aromaterapia > SulAroma 2018 – Aromaterapia Vibracional – Regina M. responde

< voltar

SulAroma 2018 – Aromaterapia Vibracional – Regina M. responde

Postado às 17:00 do dia 26/04/18

“Estudos demonstram uma forte atuação dos óleos essenciais no campo bioenergético humano”

Como parte dos preparativos para o SulAroma 2018, pedimos aos integrantes das 4 mesas-redondas do evento que nos enviassem suas respostas à pergunta que foi votada como mais interessante no nosso Facebook.

Regina

Durante abril, fizemos uma enquete na fan page da Casa Máy no Facebook pra sabermos o que vocês gostariam que nossos palestrantes respondessem sobre os temas de que vão tratar nas mesas-redondas. A pergunta mais votada para a mesa-redonda Psicoaromaterapia e Aromaterapia Vibracional foi qual a diferença entre ambas.

Confira abaixo a resposta dada pela cirurgiã-dentista, terapeuta floral, aromaterapeuta e proprietária da empresa MZ Aromas, Regina Manzochi. Regina começou integrar primeiramente o Reiki em seu trabalho, posteriormente as essências florais, que hoje já foram aceitas como especialidades para profissionais com CBO. A aromaterapia, que vem sendo acada vez mais pesquisada o tratamento dentário (as pesquisas vão muito além do já conhecido óleo essencial de cravo-da-índia), deve caminhar para a mesma resolução. Mas Regina também passou a se dedicar ao estudo da frequência dos óleos essenciais e desenvolveu, na sua empresa, uma linha de borrifadores de ambiente compostos que unem aromaterapia, florais de Bach e cromoterapia.

Ela estará no dia 31 de agosto no SulAroma 2018 compatilhando conosco toda sua experiência. Leia sua resposta abaixo.

“Qual a diferença entre Psicoaromaterapia e Aromaterapia Vibracional?”

A Psicoaromaterapia utiliza-se dos óleos essenciais para tratar as emoções que podem gerar sintomas e doenças no corpo (psicossomática), assim como para tratar distúrbios psicológicos. A Aromaterapia Vibracional analisa os seres vivos pela sua frequência vibracional. Utiliza-se de estudos científicos da frequência dos óleos essenciais para elevar a frequência dos seres vivos e ambientes, com o objetivo de restaurar e/ou manter a saúde e o bem-estar. Estudos demonstram uma forte atuação dos óleos essenciais no campo bioenergética humano. Podemos, com a seleção correta da frequência dos óleos essenciais, equilibrar a frequência do ser vivo e evitar até mesmo a somatização no corpo. Podemos fortalecer o nosso campo vibracional e evitar a entrada de vírus e bactérias. Provei está dádiva na prática quando iniciei os estudos… Em outra oportunidade compartilho com vocês.

Conheça toda a programação do SulAroma 2018 e acompanhe as notícias dos preparativos para este que será o primeiro e maior evento de aromaterapia no Sul do país.

Estou feliz da vida de te ver por lá!

Beijo de cheiro, Mayra.

Posts Relacionados

Comentários

Galeria de Fotos do Pinterest

Assinar Newsletter