Casa Máy > Aromaterapia > Toxidade e longevidade da aromaterapia

< voltar

Toxidade e longevidade da aromaterapia

Postado às 10:40 do dia 30/05/17

Não, não se trata de falar sobre como os óleos essenciais podem nos fazer viver mais. Isso a medicina, os remédios alopáticos, o acesso ao saneamento e à alimentação boa já fazem.

senior-smelling-flowers

Quero falar sobre duas coisas: 1) sobre podermos usar os óleos essenciais até ficarmos mais velhos porque não nos teremos tornado alérgicos nem sensíveis a eles e; 2) termos o recurso terapêutico da aromaterapia disponível em nosso futuro e no das próximas gerações.

Agora que o Brasil está começando a conhecer empresas de aromaterapia mais preocupadas em formar vendedores que aromaterapeutas, teremos que fazer uma escolha bem difícil: lucros imediatos ou garantia de que haverá este mercado pra se lucrar no futuro?

Usar os óleos essenciais sem respeitá-los, achando que são como um shake pra emagrecer que você compra no supermercado, é correr dois riscos à toa: o da toxidade e o banimento deste valioso recurso terapêutico.

Então, verdade, o assunto é difícil, mas temos que enfrentá-lo. E, de toda forma, faremos isso juntos.

Veja o vídeo abaixo e aproveite pra se inscrever em meu canal do you tube.

Beijo de cheiro, Mayra.

Posts Relacionados

Comentários

Galeria de Fotos do Pinterest

Assinar Newsletter