Casa Máy > Aromaterapia > A Lavanda como Caminho – resenha do livro

< voltar

A Lavanda como Caminho – resenha do livro

Postado às 15:49 do dia 28/01/15

Lançado no segundo semestre do ano passado, A Lavanda como Caminho (Barueri/SP, 2014)  tem autoria da aromaterapeuta e professora de educação física Cláudia E. Obenaus, do blog Claudiaroma.

lavanda como caminho

Juntamente com A Magia e o Poder da Lavanda, de Maggie Tisserand e Monika Jüneman, são os dois únicos livros que abordam o ubíquo óleo essencial de lavanda, se bem que este segundo livro esteja esgotado em nosso parco mercado de publicações sobre aromaterapia. Então, deve ser lido.

Mas a leitura será um deleite, porque o livro de Cláudia é depoimento sincero e apaixonado devotado à aromaterapia e à lavanda. Iniciando com o relato de uma experiência de vida dolorosa, Cláudia continua mostrando como a lavanda, usada em conexão com técnicas respiratórias, meditações e orações, pode nos ajudar a compreender as dores por que todos passamos, e como superá-las.

Uma qualidade do livro é que a aromaterapia é tratada sem grandes mistérios, sem muitas neuroses. Se você estiver habituado à literatura norte-americana e inglesa sobre o tema, sabe como fazem muito auê, colocando um monte de asterisco com medo de que você tenha uma síncope usando óleos essenciais e venha a processar o autor do livro. É quase uma paranoia.

Cláudia lida com o assunto de forma suave sem deixar de ser profissional. Todos sabemos que ninguém vai morrer por colocar uma gota de óleo essencial puro na pele, então há muitas indicações de uso desta forma e, quando existe a necessidade de diluí-lo, porque a área do corpo é maior, ela simplesmente avisa para diluirmos num óleo vegetal gorduroso, sem muitas explicações de porcentagens, de maneira que você vai começar – e já – a usar aromaterapia.

Intuição também é uma palavra que se aplica ao livro. Na atualidade, muitos aromaterapeutas têm feito a transposição de uma aromaterapia árida, puramente científica, listando componente atrás de componente, sobre uma aromaterapia esotericoide, experimental, que muitos acham que deveria ser abandonada. Claúdia não: ela se vale dos conhecimentos científicos que temos sobre a lavanda, mas os usa de forma holística. Você encontrará, no livro, a composição química do óleo essencial, mas isso não impedirá que use a lavanda junto com uma oração/meditação para aceitar a vida.

Finalmente, este não é um livro apenas sobre lavanda: alecrim, olíbano, manjerona, ylang-ylang e muitos outros são mencionados para ser usados em sinergias aromáticas.

A Lavanda como Caminho poderá ser lido tanto pelo iniciante, quanto pelo veterano da aromaterapia. Quem já usa os óleos essenciais, entende que a aromaterapia é um caminho; quem ainda não usa, entenderá que este caminho pode começar pela lavanda.

No meu blog As Melhores Partes dos Livros que Li, resenhei o livro de Cláudia e incluí citações que comentei.

Clique aqui para ler.

Beijos de lavanda, Mayra.

Posts Relacionados

Comentários

Galeria de Fotos do Pinterest

Assinar Newsletter