Casa Máy > Aromaterapia > Video da entrevista com Dr. Sergio Puppim sobre óleo de coco

< voltar

Video da entrevista com Dr. Sergio Puppim sobre óleo de coco

Postado às 12:28 do dia 11/11/09

Dr. Sérgio Puppim, nutrólogo (CRM/RJ 52133209), é um dos que mais vem divulgando o consumo da gordura do óleo de coco em nosso país. Outro médico nutrólogo, Dr. Márcio Bontempo, também divulga e escreveu um livro sobre o assunto: O Poder Medicinal do Óleo de Coco.

No video abaixo, com trechos da entrevista que Sergio Puppim concedeu ao programa Alternativa Saúde, do GNT, ele fala sobre os benefícios e malefícios da ingestão dos vários tipos de gordura, citando das insaturadas às saturadas, passando pela pavorosa gordura trans e chegando na maravilhosa gordura de coco.

Aliás, depois que você assistis ao video, quero que dê uma passadinha na sua despensa para ver nos rótulos dos produtos tudo que possui gordura vegetal. Quase nada hoje em dia menciona que a gordura vegetal usada é a trans (hidrogenada), certo? Quero saber por quê? Não, não é porque Kraft, Nestlé, Perdigão, Unilever e as mil outras que vendem biscoitos se concientizaram e deixaram de usar gordura hidrogenada trans.

O que acontece, e isso é um dos maiores absurdos da ANVISA que já se viu, é que as indústrias não precisam mais especificar no rótulo se a gordura vegetal que estão usando é ou não hidrogenada. Além disso, na análise do produto, eles podem escolher que tamanho de porção enviar para o laboratório, de forma a analisar uma porção que tenha pouca gordura trans, de tal maneira que a porção contenha índices que possam ser arredondados para 0 (zero). Viu o esquema? Se você como só aquela porçãozinha, você está ingerindo teores mínimos de trans; se comer o pacote todo, toda a gordura trans que foi sendo somada de pacote em pacote. Agora, se comer isso pelo resto de sua vida, como a gordura trans não sai do corpo, então, meu amigo, você tem um monte dela em seu sangue, causando-lhe inúmeras doenças, entre outras, câncer de mama, de próstata, colesterol alto e diabetes.

Triste. Mais triste é que não nos mobilizamos civilmente para exigir alterações nesta regulamentação da ANVISA. Mas, como consumidor, você pode preservar sua saúde deixando de comprar qualquer produto que contenha gordura vegetal no rótulo e não seja específico se se trata de hidrogenada ou interescificada.

É isso. Veja o video do Puppim. É bem legal.

Vegs abs, Mayra.

 

Bem, agora que viu o vídeo, você talvez queira comprar o óleo de coco. Em Curitiba, você encontra no Mercado Municipal, na loja Pop House (Centro), na Chá com Mel (Juvevê), na Canteiros (Mercês) e em um monte de outros lugares. Normalmente, tenho para vendê-lo aqui no estúdio também. Há duas marcas no mercado, Copra e Theraherb (este, orgânico certificado). Infelizmente, os produtores destes óleos cobram preços abusivos porque têm exclusividade quase garantida no mercado. A produção nacional fica em Alagoas. No exterior, as Filipinas produzem bastante óleo de coco e, quando chegar em nosso mercado, vão baixar os preços dos nacionais.

O óleo de coco (coco da praia) é extra-virgem e seu aroma é intenso. Na comida, alguns podem não gostar muito. Por isso, na aromaterapia recomendamos o uso do óleo de palmiste que, embora refinado, mantém todas as propriedades e não tem um odor tão característico de coco assim. Aliás, além da variedade palmiste, também existe o óleo de coco babaçu e dendê. Todos igualmente bons.

Comentários

Galeria de Fotos do Pinterest

Assinar Newsletter